Dica de Leitura – A Carícia Essencial

Publicado: 16/02/2010 em Reforma da Saúde Mental
Tags:, ,

A carícia essencial

Resumo escrito por:Atha
Neste livro, o psiquiatra Roberto Shinyashiki desenvolve o que ele chama de psicologia do afeto.
Ele nos mostra o que algo simples e importante que pouco damos atenção: nossa necessidade de afeto.
O afeto pode desenvolver de várias maneiras em nossa vida (toque, um estímulo, a atenção do outro, o carinho).
É impressionante como nós necessitamos desses estímulos para desenvolver a mente e o corpo saudáveis. Nos reconhecemos através de toques e estímulos sensoriais, faz parte de nossa identidade humana e jamais pode ser negligenciado.
Palavras, olhares e aceitação também se incluem como as formas de reconhecimento e o autor expõem aqui como a falta de cada uma delas pode prejudicar a vida de uma pessoa.
De uma simples dificuldade criamos um novo problema.
O autor expõe uma serie de carícias negativas e carícias positivas usadas por adultos e principalmente por crianças, que buscam afeto e atenção do outro, num vale tudo para evitar a indiferença!
Há uma identificação entre o leitor e os inúmeros exemplos citados no livro, uma vez que o autor prepara exemplos corriqueiros para melhor e mais eficiente esclarecimento de como criamos mil e uma formas de fazer do amor e do carinho uma moeda de troca.
E assim visto como moeda de valor, o amor passa a ser disputado e não mais compartilhado. Cria-se a idéia de falta onde só deveria haver abundancia e chegamos à idéia de miséria afetiva.
Nós criamos nossa miséria, acreditamos na veracidade da mesma e defendemos com mil argumentos esse nosso estado perante os outros. E não nos damos conta de todo esse processo.
Conheça através deste trabalho os principais mitos que vivem na mente humana com relação a relacionamentos afetivos.
Aqui você encontra exemplos perfeitos dos jogos emocionais que as pessoas criam baseadas nas próprias ilusões e os principais papeis que elas esforçam-se para representar em suas estórias.
E claro, o livro também traz detalhadamente o resultado que tudo isso causa na vida de cada um e as boas e eficientes maneiras de encerrar o jogo e começar a viver plenamente, desfrutando e compartilhando carícias entre todos.
Um tópico que chama muito a atenção é a discussão proposta pelo autor sobre a estruturação do tempo na vida de cada um. Através de exemplos ele traça perfis básicos de como administramos nosso tempo e as conseqüências que isso acarreta em nossas emoções e relacionamentos.
Aprender a distribuir nossos afetos em todas as áreas da vida é uma arte, que se bem aprendida e praticada levará a uma vida equilibrada e bem sucedida.
Driblar as nossas defesas inconscientes, evitar as trapaças que cada um faz com si mesmo e derrotar as auto sabotagens. Tudo isso é possível desde que se torne consciente do estar fazendo determinado processo na vida diária.
Através da conscientização podemos iniciar o processo para adquirir na vida diária a verdadeira intimidade, aprendendo a desfrutar de todos os momentos, reconhecendo seus êxitos e conquistas e criando sua autonomia emocional.
Temos a liberdade para sofrermos tudo que acharmos necessário e com a mesma liberdade encontrarmos o paraíso que sempre desejamos.
A carícia essencial Originalmente publicado no Shvoong: http://pt.shvoong.com/books/self-improvement/1769495-car%C3%ADcia-essencial/

Anúncios
comentários
  1. suelen disse:

    Muito bom o texto…parece ser muito interesante!

    Li um livro muito bom tmb…A Ordem é Amém de John Chelh em um tema muito bom ele fala de um falso pastor que tera sua vida transformada pelo poder de Deus…vale a pena ler!

    http://www.seteseveneditora.com.br

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s