Guia Cultural – Teatro

Publicado: 20/12/2009 em Reforma da Saúde Mental
Tags:,

Nós que sonhavamos Tanto
“Nós que sonhávamos tanto” aborda o tema SONHO, fazendo um dialogo entre o sonho sonhado e o sonho vivido. A peça traz dois caminhos iniciais, uma menina que conta histórias para não ser morta pelo seu Sultão, e outra uma mulher que está em seu leito de morte e irá contar seus 5 sonhos não realizados.
Direção: João Paulo Lorenzon
Até 20 de Dezembro, sábados e domingos, às 20h30
Teatro do Centro da Terra
Rua Piracuama, 19 (Perdizes)
Tel: (11) 3675-1595 3862-7450
Tel/Fax:
Ingressos: terças a quinta: das 14h às 19h. Sexta a domingo: a partir das 14h, até o horário do espetáculo. Às segundas-feiras o teatro permanece fechado.

Notas da Superfície
Com direção de Marcia Abujamra, o texto conta a história de Oscar, um funcionário público de meia-idade que decide ir até o velório de um velho amigo de juventude. Ali ele inicia sua jornada pela superfície, uma viagem ao exterior de si mesmo, afinal de contas, nada pode ser mais superficial que a própria morte. Montada pelos jovens atores do Núcleo Experimental de Artes Cênicas do SESI-SP, a peça tem o “muro” como elemento definidor da encenação. Segundo a diretora, a personagem central é um homem incapaz de se envolver com qualquer aspecto da sua vida – família, trabalho ou política. Sua insignificância pessoal é sua angústia e também sua desculpa para continuar “em cima do muro” olhando a vida passar e sem jamais tomar posição alguma.
Até 20 de Dezembro, Quarta a sábado, às 20h30 e domingo, às 19h30
Centro Cultural Fiesp
Av. Paulista, 1313 (Cerqueira César)
Tel: (11) 3146-7405 3146-7406

Sonho de um Homem Ridículo
O espetáculo Sonho de um Homem Ridículo é baseado no conto homônimo de Fiódor Dostoiévski, que faz parte do livro Diário de um Escritor, publicado pela primeira vez em 1877. O protagonista é também um homem do subterrâneo, pertencendo à mesma linhagem do narrador de Memórias do Subsolo, novela da qual também são emprestadas algumas passagens. O niilista desiludido, resolvido ao suicídio, revelado na primeira parte do conto, cede ao visionário com entrevisões do passado, do presente e do futuro histórico-cultural da humanidade. Realiza uma síntese iluminada e luminosa, idealizada por uma mente genial que, sem tempo cronológico para se deter na construção do pequeno pormenor, se apressa a registrar idéias, numa ânsia de compreensão e de comunicação infinitas.
Direção: Roberto Lage. Dramaturgia e interpretação: Celso Frateschi.
Até 20 de Dezembro, Sextas e sábados, às 21h. Domingos, às 19h
Ágora Teatro (90 lugares)
Rua Rui Barbosa, 672 (Bela Vista)
Tel: (11) (11) 3284-0290
Bilheteria: 5ª a 3ª (das 14h até o início das sessões)

Strindbergman
Uma personagem que não fala manipula outra que não consegue se calar. Esse é o mote da produção francesa que propõe o encontro entre a peça e o filme dos artistas suecos August Strindberg e Ingmar Bergman, respectivamente, A Mais Forte (1888) e Persona (1966). Na história, a atriz Elisabeth Vogler (Nicole Cordery) se torna silenciosa e imóvel. A jovem enfermeira Alma (Janaína Suaudeau) é destacada para tratá-la. Uma estranha relação de simbiose e manipulação toma forma entre as duas personagens através do silêncio. A atriz se isola em uma casa de praia com a enfermeira, que fica fascinada pelo seu silêncio. Alma tenta preencher o silêncio com suas próprias palavras e, sem perceber, conta toda a sua vida, seus casos, seus desejos, seus traumas. À medida que o silêncio de uma se intensifica, as palavras da outra tornam-se mais provocadoras.
Com a Companhia Les Mistons: Nicole Cordery, Janaína Suaudeau e Clara Carvalho. Direção: Marie Dupleix
Até 20 de Dezembro, sextas, às 21h30, sábados, às 21h e domingos, às 19h
VIGA Espaço Cênico (74 lugares)
Rua Capote Valente, 1323 (Pinheiros)
Tel: (11) 3801-1843

A Natureza Do Olhar

Diálogo entre Alberto Caeiro e Álvaro de Campos ganha interpretação de Elisa Lucinda e Geovana Pires sob a supervisão de Amir Haddad.
Até 20 de Dezembro, sábados, às 21h e domingos, às 19h
Teatro Jaraguá
Rua Martins Fontes, 71 (Centro)
Tel: (11) 3255-4380 3255-4387

Corpos Acumulados
A peça aborda as relações de trabalho numa sociedade na qual até nossos corpos são mercadorias geradoras de valor. A tríade tempo, espaço e corpo é desenvolvida a partir de uma estrutura narrativa inspirada em uma notícia de jornal: a transformação de um antigo forte militar em um Shopping Center, no interior do Amazonas. Em caráter permanentemente aberto e experimental, a peça é dividida em diferentes atos (platôs) independentes mas interconectados, sendo que alguns serão exibidos com a presença de teóricos que fizeram parte do projeto de pesquisa e também de alguns grupos convidados.
Com a II Trupe de Choque Grupo de pesquisa Teatral.
Até 20 de Dezembro, Sábados e domingos, às 19h
CAISM Philippe Pinel (Hospital Psquiátrido Pinel)
Av. Raimundo Pereira de Magalhães, 5214 (Pirituba)
Tel: (11) 8325-5211

Da Possibilidade da Alegria no Mundo
Cinco jovens autores contemporâneos discutem em textos inéditos as diversas possibilidades de alegria no mundo contemporâneo.
Direção: Newton Moreno.
Até 20 de Dezembro, Sexta, sábado e domingo, às 21h30
SESC Avenida Paulista
Av. Paulista, 119 (Paraíso)
Tel: (11) 3179-3700

Há um Crocodilo dentro de mim
Em uma “toca do coelho” imaginária, duas Alices, divertidas e extravagantes, brincam com temas sérios num jogo de faz-de-conta adulto. Elas cantam, dançam, contam histórias e fabulam, em clima de non-sense, sobre a vida, a morte e outros assuntos bem menos solenes.
Até 20 de Dezembro, sábados, às 19h e domingos, às 18h
Maria Antonia
Rua Maria Antonia, 294 (Vila Buarque.)
Tel: (11) (11) 3255-7182

Manifesto de Passagem – doze passos em direção à luz
O espetáculo é uma “livre-inspiração” sobre a última noite de vida do poeta Fernando Pessoa. Contando apenas com a interlocução de uma “atriz/enfermeira”, as cenas “passeiam” pelos pensamentos deste homem-poeta de alma múltipla e por seus inúmeros conhecimentos e visões de mundo.
Até 20 de Dezembro, sextas e sábados às 21h e domingos às 20h
Maria Antonia
Rua Maria Antonia, 294 (Vila Buarque.)
Tel: (11) (11) 3255-7182

Valsa nº 6
Em 1951, Nélson Rodrigues escreveu para Dulce, sua irmã caçula, o único monólogo de sua obra: a história de Sônia, uma adolescente de 15 anos, morta com uma facada nas costas, aparentemente dada pelo médico da família, enquanto ela tocava a Valsa nº 6, de Chopin. Quando a peça começa, a menina Sônia parece estar suspensa por fios tênues, numa espécie de portal espiritual, tentando entender o que aconteceu com sua curta vida. Ela lembra-se de que é Sônia, mas esta identidade parece, a todo momento, distanciar-se dela e surpreendê-la com atos e pensamentos nos quais ela não se reconhece. A melodia da valsa de Chopin – também é conhecida como “Valsa do Minuto” – retorna insistentemente, apesar de seus esforços em silenciá-la.
Direção: Clara Carvalho. Elenco: Marina Ballarin. Co-Produção do Grupo Tapa.
Até 20 de Dezembro, Sábados, às 21h e domingos, às 19h (na Sala Piscina)
VIGA Espaço Cênico (74 lugares)
Rua Capote Valente, 1323 (Pinheiros)
Tel: (11) 3801-1843

Cada Um Com Seus Pobrema
Gênero: Comédia
Uma das produções teatrais de maior sucesso de bilheteria e crítica em todo o Brasil está de volta para fazer rir o público paulistano. Nesta comédia-solo, Marcelo Médici interpreta nove personagens hilários e surpreende o espectador com sua agilidade e talento para mudar radicalmente sua expressão e voz. De linguagem moderna e humor inteligente, o espetáculo contagia o público, levando-o às gargalhadas do início ao fim. No enredo que o consagrou como um dos mais promissores atores da nova geração, Médici interpreta justamente um ator de teatro que, ao desistir de fazer sua apresentação, começa a falar sobre sua própria vida. Surgem então os demais personagens da história, todos politicamente incorretos, como Cleusa e a Mãe Jatira, comentando e criticando com muito humor inúmeras situações do cotidiano, garantindo a contemporaneidade do texto e provocando identificação imediata por parte do público.
Interpretação: Marcelo Médici
Estréia dia 22 de Janeiro (sexta)
Até 24 de Janeiro, sexta e sábado, às 22h; domingo, às 20h
Citibank Hall
Al. dos Jamaris, 213 (Moema)
Tel: (11) 6846-6040

Casal TPM
Gênero: Comédia
Dois seres que enxergam o mundo de forma totalmente diversa, mas que não conseguem viver um sem o outro, enfrentam a rotina do casamento: o dia-a-dia, as traições, decepções, ciúmes, desconfianças, AS CRISES DE TPM – tudo o que desde os tempos das cavernas faz da relação homem-mulher uma bomba-relógio sempre prestes a explodir.
Direção: Amauri Ernani. Elenco: Paula Giannini e Amauri Ernani.
Estréia dia 8 de Janeiro (sexta)
Até 22 de Maio, sextas, às 21h30; sábados às 21h e domingos, às 19h30
Teatro Maria Della Costa (370 lugares)
Rua Paim, 72 (Bela Vista)
Tel: (11) 3256-9115

Cirque Du Soleil – Quidam
Uma jovem mulher está furiosa, e viu tudo o que há para ver, e sua vida está perdendo todo o seu significado. Sua raiva está destruindo o seu pequeno mundo, e ela está no universo do Quidam. Ela se juntou a um companheiro alegre, assim como outra personagem, mais misteriosa, que vai tentar seduzi-la com o maravilhoso, o inquietante e o assustador.
Estréia dia 26 de Fevereiro (sexta)
Quintas e Sextas 21h, Sábados 17h e 21h e Domingos 16h e 20h
Credicard Hall
Av. das Nações Unidas, 17955 (Santo Amaro)
Tel: (11) 6846-6010

Cloaca
Escrita em 2002, pela Holandesa Maria Goos, a peça é um retrato corrosivo e de humor cortante sobre a amizade e o universo masculino. Traduzida em vários idiomas e montada em vários países antes de chegar ao Brasil, “Cloaca” traz um tipo de identificação com seus personagens que ultrapassa fronteiras e reflete as relações no mundo contemporâneo. Quatro velhos amigos, em plena meia idade, fazem um balanço de suas vidas que oscilam entre esperanças e desilusões. A peça de Maria Goos é uma análise de humor negro sobre amizade e aspirações, explorando como os homens comprometem sua vida emocional diante da constante busca por dinheiro, poder e prestígio. A ação do tempo sobre a amizade e a crise da masculinidade são os pontos centrais enfocados pelo olhar feminino e distanciado da autora.
Direção: Eduardo Tolentino de Araujo. Elenco: André Garolli, Brian Penido Ross, Dalton Vigh e Tony Giusti.
Estréia dia 21 de Janeiro (quinta)
Até 28 de Fevereiro, Quintas, às 21h; sextas, às 21h30; sábados, às 21h e domingos, às 19h
Teatro Nair Bello (220 lugares)
Rua Frei Caneca, 569 (Shopping Frei Caneca 3º Piso) (Bela Vista)
Tel: (11) 3472-2414

Mãos ao Alto, SP!
Mãos ao Alto, SP! é uma comédia ao estilo nonsense que conta três histórias apresentadas de forma não cronológica. Em uma, Nélio e Manco são dois bandidos semiprofissionais encarregados de buscar uma encomenda para o chefe. Na outra, há dois policiais hilários, Saldanha e Rodrigues, que estão à procura de uma mulher. Por último, conhecemos os recém-separados Rafy e Flora, a embriagada Reni, seu mimado filho Mariano e a apavorada empregada Oswaldina. Coincidências aparentemente impossíveis ligam essas histórias e fazem desse emocionante espetáculo uma experiência imperdível! A adaptação e a direção de Fernando Ceylão dão à comédia um clima cinematográfico, brincando com diversos gêneros, indo da sátira de filme noir à sátira de filme de ação blockbuster anos 80. As referências ainda passam por Hitchcock, Fred Zinnemann, Tarantino, Woody Allen, Peter Sellers e até seriados como Corra que a Policia Vem Aí, Friends e Simpsons! Suspense, caminhos cruzados e histórias contrapostas tornam surpreendente o final desse espetáculo!
Estréia dia 30 de Janeiro (sábado)
Até 21 de Março, Sábados às 21h e domingos às 19h Atenção: dias 13 e 14 de fevereiro (carnaval ) não haverá espetáculo.
Teatro Jardim São Paulo (371 lugares)
Avenida Leôncio de Magalhães, 382 (Santana)
Tel: (11) 6959-2952

Nani People – Deu no que Deu
O show satiriza situações do cotidiano, bem como as diferenças entre os universos masculino e feminino, com total interação com a plateia. Esse diálogo aberto com o seu público é uma marca registrada de Nani que, por 60 minutos, dá uma aula de como encarar a vida de maneira positiva e altruísta.
Dia 13 de Janeiro (quarta)às 21h (no espaço de eventos)
SESC Santo André
Rua Tamarutaca, 302 (Santo André)
Tel: (11) 4469-1200

O Pato Selvagem
Estreia do espetáculo inédito no Brasil. A peça apresenta Anselmo Ekdal, poeta frustrado que vive, sem o confessar nem a si mesmo, do dinheiro do antigo amante da sua mulher e pai de sua filha. O confuso personagem Greg Werther, “fanático da verdade”, destrói a mentira, e como consequência, arruína a vida rotineira do casal e causa o suicídio da filha. O vencedor da peça é, portanto, a “mentira vital”, sem a qual os homens não podem viver. O Pato Selvagem resgata a mentira necessária, apresentando um tipo de humanidade que não poderia viver sem certas mentiras. A peça tem sido considerada, pela crítica, como a mais profunda de Ibsen, utilizando a fábula engenhosa do pato ferido que mergulha até ao lodo do fundo, nele firma o bico, se retém no sargaço, e nunca mais reaparece à superfície, a menos que um cão hábil o faça subir, Ibsen aborda tragicamente a fragilidade humana, cuja felicidade é destruída pelo fanatismo idealista da verdade absoluta, criando uma obra que se aproxima do espírito cético do teatro contemporâneo, descomprometido com o salvacionismo moral da literatura pós-romântica européia. Na montagem, a Cia. LCT continua o hibridismo de linguagens para a criação cênica e busca na performance art e na video art interlocutores para a realização de uma obra teatral que dialogue com a contemporaneidade.
Com Carlos Canhameiro, Daniel Gonzalez, Jonas Golfeto, Michele Navarro, Paula Mirhan, Weber Fonseca. Cenógrafo: Ricardo Palmieri e José Valdir. Figurinos: Grasiele Sousa e Juliana Roso. Iluminação: Daniel Gonzalez. Vídeo Mapping e VideoArt: Eduardo Messias, Mateus Knelsen e Ricardo Palmieri.
Estréia dia 9 de Janeiro (sábado)
Até 21 de Fevereiro, sábados, às 21h; domingos, às 19h30 (no teatro)
SESC Santana
Av. Luiz Dumont Vilares, 579 (Santana)
Tel: (11) 6971-8700

Os Suburbanos
Gênero: Comédia
Após cinco anos em cartaz e mais de meio milhão de espectadores no Rio, a comédia chega à São Paulo. Os esquetes exaltam a linguagem, maneirismos, angústias e anseios dos moradores dos subúrbios cariocas, com algumas adaptações para a realidade da periferia paulistana. O espetáculo expõe situações peculiares, como a briga pelo marido- galinha no pagode, a espera pelo ônibus no ponto, a busca pelo lugar mais frequentado pelos artistas na praia, a correria diária no trem lotado, a tentativa de ser higiênico no motel barato e, por fim, o encontro de todos os personagens durante um apagão no hospital.
Direção: Rodrigo Sant´Anna. Elenco: Rodrigo Sant´Anna, Thalita Carauta e Isabelle Marques.
Estréia dia 8 de Janeiro (sexta)
Até 7 de Fevereiro, sextas e sábados, às 21h30 e domingos, às 19h30
Teatro das Artes
Av. Rebouças, 3970 (Shopping Eldorado) – 3º Piso (Pinheiros)
Tel: (11) 3034-0075

RAINHA[(S)]
Mary Stuart, de Schiller, é um “drama trágico”. Foi uma das obras máximas da fase madura de seu autor: um drama de grandes conflitos individuais inseridos num fundo histórico, e moralmente exaltando a purificação interior da consciência que triunfa sobre a fúria cega dos instintos. O enredo da peça gira em torno da luta político-religiosa entre as Rainhas Elizabeth I e Mary Stuart, que disputavam a coroa da Inglaterra na segunda metade do século XVI. Schiller é uma espécie de Shakespeare alemão do século XVIII, capaz de tomar um episódio decisivo da história européia, a luta pelo poder numa Inglaterra tão poderosa quanto decrépita, e transformá-lo em assunto humano, pungente para além das épocas e das nações, cuja poética, porém, conserva em si o travo político de origem. Direção: Cibele Forjaz. Eenco: Georgette Fadel e Isabel Teixeira
Estréia dia 16 de Janeiro (sábado)
Até 21 de Fevereiro, sextas e sábados, às 21h e domingos, às 19h30
TUCA – Teatro da Universidade Católica (672 lugares)
Rua Monte Alegre, 1024 (Perdizes)
Tel: (11) 3670-8455
Televendas: (11) 3188- 4156 (Terça a Domingo, das 11h às 19h)

TPM – Terapia Para Mulheres
O espetáculo fala do universo feminino contemporâneo. Mulheres à beira de um ataque de nervos: as neuroses, as dúvidas, os hormônios, os relacionamentos em pleno século XXI, onde tudo parece estar à um passo do próximo colapso. O cenário é uma grande rave, onde mulheres com todo tipo de problemas vêm fazer suas confissões. Seus problemas? Solidão, compulsão por comida, por sexo, dificuldade de relacionamento com as pessoas e com o sexo oposto, medo de envelhecer, de morrer, da vida; TOC, síndrome do pânico, bulimia, o ciúme descontrolado, bipolaridade, problemas que afetam, a cada dia, um número maior de mulheres.
Direção: Amauri Ernani. Elenco: Paula Giannini, Amauri Ernani, Chico Terrah e Shirley Bonani.
Estréia dia 9 de Janeiro (sábado)
Até 21 de Maio, sábados, às 22h40
Teatro Maria Della Costa (370 lugares)
Rua Paim, 72 (Bela Vista)
Tel: (11) 3256-9115

Trem do Riso
Gênero: Comédia
O Ator Luiz Sander (Mineirinho de Maceió) dá vida a doze personagens em seu novo trabalho solo. O espetáculo é formado por quadros curtos e rápidos que satirizam comportamentos questionáveis nos dias de hoje. Além dos personagens o ator/dançarino, também executa no espetáculo ritmos como o tango, Forró e o Samba. Entre os personagens está “Kikide”, um velho funcionário de produções teatrais que quer mudar de carreira sendo um velhinho de programa, Osório, o eleitor que não consegue parar de rir, a Pantera Cor de Rosa, indignada por não ter podido escolher a sua própria cor, o Anão político, revoltado pela falta de visibilidade no seu próprio partido e o Maestro Olivett, que rege a platéia com grande versatilidade em um dos quadros mais marcantes do espetáculo.
Direção e interpretação: Mineirinho de Maceió.
Estréia dia 9 de Janeiro (sábado)
Até 28 de Março, sábados, às 19h e domingos, às 21h
Teatro Maria Della Costa (370 lugares)
Rua Paim, 72 (Bela Vista)
Tel: (11) 3256-9115

Fonte: Portal SampaOnline

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s